Pessoas

Amigo

Existe um Coala que vez e outra me faz chorar...

Com o consumo bombando em todos os setores do comércio, o que se vê por todos os lados é um imenso amontoado de lixo de todos os tipos, basta haver um terreno, calçada, ou qualquer espaço vazio, para que logo se transforme numa montanha de entulhos e restos. Qualquer lugar serve de lixeira, menos a porta de nossas próprias casas. Não demonstramos o menor senso ético quando o assunto é dar um fim adequado aos detritos decorrentes da nossa fome insaciável em consumir.

Bom dia, amiguinhos! estou aqui e tenho muitas coisas pra nos divertir (mentira, não tenho muita coisa). Dando sequência com as letras que mudam nossa postura diante a vida.

Marvin

Meu pai não tinha educação
Ainda me lembro, era um grande coração
Ganhava a vida com muito suor
E mesmo assim não podia ser pior
Pouco dinheiro prá poder pagar
Todas as contas e despesas do lar...

Mas Deus quis vê-lo no chão
Com as mãos levantadas pro céu
Implorando perdão
Chorei!
Meu pai disse: "Boa sorte"
Com a mão no meu ombro
Em seu leito de morte ele disse:

"Marvin, agora é você
E não vai adiantar
Chorar vai me fazer sofrer"...

Três dias depois de morrer
Meu pai, eu queria saber
Mas não botava nem os pés na escola
Mamãe lembrava disso a toda hora...

E todo dia antes do sol sair
Eu trabalhava sem me distrair
As vezes acho que não vai dar
Eu queria fugir mas onde eu estiver
Eu sei muito bem o que ele quis dizer
Meu pai, eu me lembro
Não me deixa esquecer
Ele disse:
"Marvin, a vida é prá valer
Eu fiz o meu melhor
E o seu destino
Eu sei de cor"...

-"E então um dia uma forte chuva veio
E acabou com o trabalho de um ano inteiro
E aos treze anos de idade eu sentia
Todo o peso do mundo em minhas costas
Eu queria jogar mas perdi a aposta"...

Trabalhava feito um burro nos campos
via carne se roubasse um frango
Meu pai cuidava de toda a família
Sem perceber segui a mesma trilha
E toda noite minha mãe orava
Deus!
Era em nome da fome que eu roubava

Dez anos passaram, cresceram meus irmãos
E os anjos levaram minha mãe pelas mãos
Chorei!
Meu pai disse:
"Boa sorte"
Com a mão no meu ombro
Em seu leito de morte ele disse:

"Marvin, agora é você
E não vai adiantar
Chorar vai me fazer sofrer"

"Marvin, a vida é prá valer
Eu fiz o meu melhor
E o seu destino eu sei de cor"

Seja responsável.

Começo agora o que talvez possa ser um programa de sucesso, um fracasso total e também acabar a qualquer momento. Mas todos concordam (ai de quem falar que não) que a música e respectivamente suas letras nos influenciam, com uma forma de tamanha absorção, que parte do nosso comportamento e caráter é formado por essas referências.

Pois bem! "Letras que mudam a forma de lidar com a vida" vai falar disso. Melhor: exemplificar. Começo com uma das letras mais marcantes pra mim:

Por Quem os Sinos Dobram

Nunca se vence uma guerra lutando sozinho
sabe que a gente precisa entrar em contato
Com toda essa força contida que vive guardada
O eco de suas palavras não repercutem em nada

É sempre mais fácil achar que a culpa é do outro
Evita o aperto de mão de um possível aliado
Convence as paredes do quarto e dorme tranquilo
Sabendo no fundo do peito que não era nada daquilo

Coragem, coragem, se o que você quer é aquilo que pensa e faz
Coragem, coragem, eu sei que você pode mais

Visse? Poucas palavras com muito conteúdo. Basta ter consciência e colocar em prática. Se você quiser indicar uma música que mudou sua forma de encarar a vida, deixe nos comentários.

Obrigado, Raul Seixas.

Certa vez, em um novo ambiente de trabalho, coloquei meu nome e telefone no quadro de avisos para que todos os colegas pudessem anotá-lo e entrar em contato comigo quando necessário. Foi incrível como rapidamente surgiram palavras abaixo da informação. Tudo por causa do bom humor e criatividade do pessoal.

Lhe trataram mal no restaurante? Você se sentiu ofendido pelo garçon? O gerente e o dono do estabelecimento não deram a mínima para suas reclamações? Pois é... isso está cada vez mais comum hoje em dia. Muitos garçons não recebem nada além dos 10% que são opcionais ao cliente e ainda fecham a cara quando não deixamos gorjeta. A injuriação é tanta, que às vezes recebemos uma conta como essa:

Subi no pedestal só pra ver como eram as coisas lá de cima. Gostei da adrenalina, desci pela humildade. Calei para não causar constrangimento, sem me sentir constrangido. Sentimento mexe com a gente e em muitos casos é fácil ser confundido. Saber separar não é dom. Consciência não é sinônimo de intelecto, muito menos de frieza. Evito o duplo sentido, para dar certeza. É mais difícil evitar as metáforas.

Fiquei na maior dúvida se isso é um time de basquete ou um grupo circense. Comente com sua opinião.